1.8.06

se tu viesses

eu só queria que viesses buscar-me
e me levasses ao cimo do monte
até que passasse este inverno
este silêncio de vaguear por mim
à procura do que falta

se tu viesses buscar-me
havíamos de colher malmequeres
e cantaríamos glórias ao Ser

18 comments:

Luís said...

"Se tu viesses..."
Há-de vir. Numa madrugada inesperada. De um limbo escuro. Num vento repentino. Abraça essa espera. Há-de vir.

Adorei o post. Parabéns.

lena said...

:)*

Juda said...

Esta página vai ficar comigo, boa a poesia, fique bem...

lena said...

:)*

Catharina said...

s n vier.. ha.d voltar

poemusicas said...

Lindo.

um beijo

Naeno

Luna said...

isso e muito mais...

beijo Lena

lena said...

beijos :)***

Vivis said...

Gostei da tua escrita...
Simplismente lindo!
se me permites voltarei.

Anonymous said...

gosto da tua poesia - também escrevo versos em
http://podiamsermais.weblog.com.pt
que aparece neste contador de visitas onde estás, hoje em 32º lugar - agora escrevo prosa, provisoriamente, mas nesse blog pode ser lida poesia desde 2003.
para qualquer comentário usa
anjosfeios@clix.pt
até breve
af

zuladairam said...

Hoje tive a felicidade de encontrar este blog onde moram palavras plenas magia.Fica o convite a visitar o meu blog.Bj ;)

bruno .b.c said...

pé ante pé, lena. não quero
agitar o que olhas
na fotografia. meio rosto
iluminado, e meio rosto
irmão da sombra. a curva
do olhar é a mesma, em ambos
os lados.

um abraço, onde caibam
os que não estão.

lena said...

obrigada, bruno :)

Arnaldo Icaro said...

vamos cantando glórias ao ser tia ;)

bjinho

Ana said...

Vim até aqui através do blog O Quisto Didactico !
Gostei dos seus poemas . Vou procurar o livro.
Um beijinho.

Lu Soares said...

Há uns dez anos que cá venho. Saio quase sempre como entro, silenciosamente, porém de coração cheio.
Hoje atrevo-me a dizer duas palavras: obrigada; obrigada

Bjn

Lena d'Agua said...
This comment has been removed by the author.
Lena d'Agua said...

:* :)